O Tangará II foi o vencedor na classificação geral na regra RGS. Na tripulação, os sócios Lars, Renata e Nicholas Grael; Colin, Lourdes e Douglas Gomm e ainda o capitão Roberto Bailly.

Na estreia do Alisios (Bavaria 56`) do comandante Paulo Haddad, a vitória na classe Aberta (Bico de Proa para barcos velozes). Na tripulação o experiente Robert Swan, Rafael Franco e grande elenco.

Tanto em Recife e em Fernando de Noronha, a camaradagem e apoio entre os barcos do RYC.

Estes se somam a outros barcos (ou comandados por velejadores do RYC) que já competiram e orgulharam nosso clube como: Magia V (Fita Azul de Monocascos em 2013); Contra-Pino II (vencedor geral na RGS e na classe em algumas edições); Mahalo; Pé na Tábua; Dipropósito, Kalymera e outros.

Curiosidade: o primeiro vencedor da REFENO, foi o veleiro Windancer do Comandante Nicolas Makay Jr, hoje barco que repousa em nosso ancoradouro.

Os campeões prometem comemorar no retorno ao clube.