As carreiras e contribuições de duas lendas da Volvo Ocean Race foram celebradas na Conferência Anual da ISAF em Sanya, China.

O organismo máximo da vela anunciou que o falecido Sir Peter Blake (NZL) e Torben Grael (BRA) vão integrar o Salão Sailing World of Fame – a maior honra no esporte.

Introduzido em 2007 para marcar o centenário da organização, a lista de elite reconhece aqueles indivíduos que não só tiveram um impacto significativo sobre a água, mas também mostraram incrível dedicação e paixão ao esporte, enquanto em terra.

Personagens que, em sua própria maneira, ajudaram a moldar o esporte e eventos apreciados por milhões em todo o mundo hoje.

E ninguém se encaixa nessa descrição mais do que Sir Peter Blake. O forte Kiwi é sinônimo da Volvo Ocean Race, tendo participado não só na primeira iteração desta rodada a maratona mundo, mas em mais quatro edições, como capitão, abrangendo duas décadas.

Seu maior momento na vela veio na corrida 1989-1990, quando, como capitão do Steinlager 2, ele levou sua equipe para uma limpeza de linha, desvantagem e honras globais em cada uma das seis pernas.

Junto de Sir Peter no Hall of Fame está o brasileiro Torben Grael, tricampeão da Volvo Ocean Race, o veterano ganhou o troféu global em 2008-09, como capitão do Ericsson 4.

Uma das maiores exportações desportivas do seu país, Grael também garantiu cinco medalhas olímpicas, através de duas classes, a Louis Vuitton Cup, e inúmeros campeonatos do mundo durante uma carreira ilustre – levando-o a ser coroado ISAF Mundial Sailor of the Year em 2009.

O CEO da Volvo Ocean Rece, Knut Frostad, disse: “Estamos muito satisfeitos que as realizações e dedicação de dois dos nossos maiores embaixadores foram reconhecidas desta forma. Sir Peter e Torben participam de uma lista muito especial e única de talentos .”

Ele continuou. “O espírito de Sir Peter Blake está muito vivo neste evento, e sua dedicação à vela no mar, descobrindo novos cantos do planeta e uma paixão inabalável pelo ambiente permanecem valores-chave.”

Frostad acrescentou: “naveguei duas vezes com Torben nesta corrida, a bordo do Kvaerner como seu capitão em 1997-98, e no Brasil 1 em 2005-06, tenho visto que marinheiro extremamente talentoso ele é.”

“É fantástico ver suas numerosas conquistas reconhecidas. Ele é um grande cara, e foi  nosso prazer hospedá-lo durante a Volvo Ocean  Race 2014-15 em Itajaí, Brasil “.

Esta é apenas a segunda vez desde a sua criação que o Salão Sailing World of Fame introduziu novos membros. A próxima ocasião será em 2019.