O Ubatuba Iate Clube sediou, neste feriado de 1º de maio, a 8ª edição do Ubatuba Sailing Festival. O evento reuniu 30 barcos de Ubatuba, Santos, Ilhabela, Angra dos Reis e Rio de Janeiro. Foram três dias de regatas e muita festa na sede do clube.

O evento começou no sábado com tempo chuvoso e mar de ressaca. A Comissão de Regatas comandada por Cuca Sodré optou em fazer uma regata de percurso médio para as classes IRC e RGS, que contornou a ilha do Mar Virado por boreste. A classe Bico de Proa montou uma boia em um percurso mais curto. Na chegada, o vento morreu, fazendo com que mais de 10 barcos cruzassem a linha praticamente juntos, dando trabalho para a CR.

No dia seguinte o sol apareceu, o mar ficou mais liso e foram realizadas duas regatas de percurso longo: volta à ilha Vitória para IRC e RGS e volta à ilha Anchieta para Bico de Proa. Quem levou a melhor na IRC foi o Rudá, de Mario Martinez, que venceu no tempo corrigido. Na RGS, o vencedor foi o Lady Lou, de Torben Grael.

O terceiro e último dia de regatas também amanheceu ensolarado, porém com o vento um pouco mais fraco. Das duas regatas barla-sota que estavam programadas, apenas uma foi concluída. Na classe RGS o time de Torben Grael foi o campeão geral e na categoria clássicos a bordo do Lady Lou, somando dois segundos e um primeiro lugares e terminando com um ponto a menos que o Nativo, de Eduardo Harabedian, segundo colocado e vencedor da categoria B. Tangará II, de Lars Grael, foi quarto lugar e vencedor na classe RGS categoria A.

“O clube recebe a gente sempre muito bem. O lugar é muito bonito, as regatas são boas e bem organizadas e tudo isso faz com que a gente volte todo ano. Esta edição começou com um susto no primeiro dia com a ressaca e parecia que seria difícil fazer as regatas, mas no final deu tudo certo”, disse Torben Grael.

Fonte: ABVO