Ocorreu entre os dias 3 e 6 de Agosto de 2017 o Mundial Júnior da Classe Snipe na cidade de La Coruña, Espanha. Um campeonato com um número nem tão alto de participantes (23 barcos), porém com um nível muito alto. O campeonato ofereceu todas as condições de vento aos competidores, porém sempre com muitas ondas e muitas rondadas. Os vencedores Tiago Brito/Antônio Rosa (CDJ) foram constantes em todas as condições de vento, sempre velejando muito rápido e mereceram muito ganhar o título. O Brasil esteve presente no Mundial Júnior com 5 duplas, Nick Pellicano Grael esteve representando o Rio Yacht Club e ficou em 7º.

Resultados do Mundial Júnior da classe Snipe:

– Tiago Brito (CDJ) / Antônio Rosa (CDJ), 1º lugar, 22 pontos perdidos;
– Mafalda Pires de Lima / Tomás Pires de Lima (Portugal), 2º lugar, 26 p.p.
– Antonio López / Gregorio Belmonte (Espanha), 3º lugar, 29 p.p.
– Alejandro Bethencourt / Andrés Miguel Morales (Espanha), 4º lugar, 30 p.p.
– Daniel Platt de Mattos (ICSC) / Michel Durieux (ICSC), 5º lugar, 30 p.p.;
– Felipe Rondina (ICB-DF) / João Pedro Barreto (ICRJ), 6º lugar, 32 p.p.;
– Nick Pellicano Grael (ICRJ/RYC) / João Pedro Moreira (ICRJ), 7º lugar, 40 p.p.;
– Leonardo Lombardi (ICRJ) / Fábio Kohler (GVEFOMM/ICRJ), 8º lugar, 49 p.p

Logo em seguida, foi realizado o Mundial Sênior da Classe Snipe, começando no dia seguinte do Mundial Jr.. O campeonato teve um total de 85 barcos competindo e foi considerado um dos mundiais com nível mais alto da história da classe. O Brasil esteve presente com um número recorde de 17 duplas e todas elas classificaram para a flotilha Ouro ao final da fase classificatória. Ventos fortes predominaram no campeonato e, assim como no Mundial Júnior, muitas ondas e rondadas. Os campeões foram Raul Rios e Mac Agnese de Porto Rico. O Rio Yacht Club esteve presente com Nick Pellicano Grael que terminou em 35º da Flotilha Ouro.